quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Um, dois, tlês, a papinha do chinês


Um – arranjar os ingredientes

Acredite, numa terra do interior é uma aventura, felizmente fizemos amizade com os chineses da loja de utilidades e bugigangas que fica ao pé dos bombeiros e que fazem o favor de nos arranjar bambu e cogumelos sempre que precisamos.
“Nós não vendel, mas eu pedil a meu cunhado pala quando complal trazel para mim e pala si”.
Temos é que esperar uma semanita ou assim, por isso compro sempre para mais do que uma vez. Ah! E atenção, as latas de bambu que eles chamam pequenas têm 3 kg...

Dois – fazel a papinha

. pôr os cogumelos de molho pelo menos 3 horas em água fria. Na hora de cozinhar partir ao meio, rejeitar os caules, guardar a água onde estiveram de molho.

. temperar a carne com sal e alho picado ( pode ser bife de vaca, de peru, frango ou bifanas) com alguma antecedência. Não esquecer de bater bem a carne com o martelo de cozinha. É assim que os chineses fazem para que a fique tão tenra (ou isso ou porque é carne de cão), e partir em pedaços pequenos.

. cortar o bambu e alho francês, picar uma cebola.

. para o arroz, ervilhas que podem ser congeladas, fiambre aos quadradinhos pequenos e ovos mexidos.

. numa wok, se não tiver pode ser 1 tacho, colocar 1 pouco de óleo, idealmente é de amendoim, eu uso o normal, deixe aquecer bem, junte a carne e 1 esguicho de vinho branco, junte uma colher de sopa de molho inglês e três de molho de soja. Tape para não deixar evaporar, deixe ficar por 3 ou 4 minutos (lembre-se que a carne esta batida e bem fininha, logo é rápido).
Retire a carne e reserve, escorra o óleo até ficar com uma pequena quantidade que mal cubra o fundo do tacho, junte a cebola picada e assim que esta estiver transparente, volte a juntar a carne, os cogumelos e o bambu ponha mais molho de soja e 1 da água onde demolhou os cogumelos, tape.
Mexa de vez em quando e deixe estar até os cogumelos e o bambu estarem macios. Nesta etapa de necessário (depende dos gostos) acrescente mais molho de soja e 1 colher de chá de açúcar louro, mexa bem, veja se necessita se sal, se lhe parecer que tem muito molho, escorra uma parte e acrescente então o alho francês. Tape, deixe cozinhar por 2 minutos. Está pronto.

Para o arroz:
Num tacho ponha cebola picada, azeite a deixe refogar levemente, junte água e uma pitada de sal, ervilhas, os ovos mexidos e o fiambre. Deixe ferver. Acrescente o arroz, deixe cozer em lume brando até ficar soltinho.

Tlês – comel e fical com os olhos em bico.

2 comentários:

  1. Deve sel bom... de comel e cholal pol mais :P

    ResponderEliminar
  2. Eu tambem quelel, quando voltal a fazel, convidal se faz favol.

    Arigato

    ResponderEliminar