terça-feira, 11 de agosto de 2009

Gaspacho


Em menos de nada estou cheio de fome! Estamos em crise mas não é preciso andar a pão e água! Não gosto de sopa fria! Como 2 ou 3 colheres e já não consigo comer mais! Bieccc!...
Estas e outras são as desculpas que eu tenho que enfrentar de cada vez que digo que vou fazer um gaspacho, e eu que adoro… é de tal maneira que decidi fazer sempre que me apetece, mas obviamente que o faço só para mim.
Lamúrias à parte, o meu gaspacho é feito assim: começo por esmagar 1 dente de alho com sal depois junto pão duro (2 fatias) partido em pedaços pequenos, procuro um tomate bem maduro ao qual tiro a pele e a maior parte das sementes e junto-o ao pão, aperto, desfaço bem até fazer uma papa ( sim, tem um ar nojento, foi o Francisco Galão que me ensinou a fazer assim e no fim faz toda a diferença, obrigada amigo). Pico em pedacinhos pequenos, pepino, pimento, tomate e cebola, a quantidade de cada depende do gosto de cada um, finalmente junto azeite e vinagre, água bem fresca e mexo bem até os ingredientes se misturarem.
Acompanho com fatias de presunto ou azeitonas, mas sempre que posso uso a variação do Chico que é juntar pequenos pedaços de ameixas no gaspacho. Acreditem vale a pena.
Ao fim de 2 horas temos fome, mas diz que é saudável comer muitas vezes ao dia.

2 comentários:

  1. Tenho que comentar isto...
    Este gaspacho é de comer e chorar por mais...
    Qual cozinha francesa, qual caviar, qual quê...
    Onde estiver este gaspacho(Com Ameixas,claro), não há nada que se lhe compare.
    Esperimentem, e depois comentem.

    ResponderEliminar